07 mar 2018

Performance Digital: o que é? Onde vive? O que come?

A expressão “Performance Digital” vem ganhando força como forma de definir os serviços, ou parte deles, de empresas focadas no marketing digital ou em agências que vêm incorporando o “online” há mais tempo.

 

É uma definição ainda vaga, embora esteja mais comumente relacionada ao aumento da geração de conversões, leads e a otimização do investimento em mídia (melhoria no ROI).

 

Sua empresa ou agência certamente já estão presentes online e trabalham com algumas ferramentas de marketing digital com este foco.

 

 

Do ponto de vista que trabalhamos na Colmeia, porém, enxergamos a performance digital como um ecossistema, e não como a potencialização de uma metodologia ou ferramenta de forma isolada

 

 

A estrutura deste ecossistema na concepção atual ganhou forma com a consolidação de três tendências no digital: o conteúdo como pilar fundamental de performance, a consolidação das ferramentas de automação e a retomada do conceito de jornada do consumidor.

 

O principal impulsionador desta visão foi certamente o Inbound Marketing, que ajudou a sistematizar estas tendências e pela própria natureza da metodologia “educar” o mercado sobre a sua importância.

 

O Inbound conseguiu organizar as técnicas de marketing de conteúdo, SEO, CRM, e-mail marketing, automação de marketing e mídia em uma metodologia focada em resultados, baseada na jornada de compras dos consumidores.

 

A figura abaixo representa o novo ecossistema de performance digital:

 

 

Para traçar as melhores estratégias de performance olhando para o longo prazo, é necessária uma visão sistêmica das principais ferramentas e uma metodologia que tenham os objetivos de:

  • Construir marca / autoridade;
  • Aumentar o alcance da comunicação em todas as pontas (site, redes sociais, e-mail marketing, aplicativos, influenciadores, sites especializados, etc);
  • Oferecer o conteúdo certo, no canal e momento corretos, 24 horas por dia, de forma automatizada e personalizada;
  • Aumentar a conversão em vendas;
  • Otimizar o investimento em mídia online;
  • Fidelizar, gerar compras recorrentes, cross sell e up sell.

 

O trabalho do marketing de performance é traçar um planejamento consistente, respeitando o tempo de maturação das ações para gerar resultados no curto, médio e longo prazo. A partir daí colocar o planejamento em prática, utilizando intensivamente tecnologia e metodologia para alcançar os resultados.

 

Publicado originalmente em 11/01/2018 no Mundo do Marketing